Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães decide na terça-feira se cassa a prefeita Thelma de Oliveira

A prefeita de Chapada dos Guimarães, Thelma de Oliveira pode ter seu mandato cassado na próxima terça-feira, quando a Câmara Municipal da cidade de reúne, em sessão extraordinária para analisar o relatório final do processo que apura crimes de responsabilidade.

A sessão foi marcada pelo presidente da Câmara Municipal Benedito Edmilson de Freitas Filho, o Bozó (MDB) e a vereadora Rosa Lisboa (PR) que participa da comissão que investigou os atos de responsabilidade da prefeita argumenta que o relatório elaborado pela vereadora petista Aline Muniz é contundente em relação ao envio de documentos obrigatórios que deveriam ter sido entregues via Sistema de Auditoria Pública Informatizada de Contas (Aplic) do Tribunal de Contas do Estado (TCE); atraso na entrega das peças orçamentárias (LDO, LOA e PPA) para a Câmara Municipal; aquisição de gramas e mudas de jardins para a Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente do município.

“Não posso adiantar nada sobre o relatório, mas apenas dizer que ela prefeita Thelma será cassada caso 8 dos 11 vereadores entenderam que ela cometeu crime e votarem pelo afastamento. Caso contrário, ela permanecerá no cargo”, explicou em ar de suspense Rosa Lisboa.

“Esse é o último passado da Comissão. Mas, reafirmo que o futura da prefeita estará nas mãos dos 11 vereadores e na quarta isso tudo chegará ao fim”, encerrou a parlamentar.

 

 

fonte 24 horasnews

Comentários