Mato Grosso, Domingo, 25 de Agosto de 2019
Logo NoticiaNET
Informe Publicitário
PREFEITURA

Prefeitura de Sorriso pretende imunizar mais de 12 mil pessoas

Marcia Jordan

22/04/2014 às 10:20

Prefeitura de Sorriso pretende imunizar mais de 12 mil pessoas

Iniciou nesta terça-feira (22), e segue até o dia 9 de maio, a campanha nacional de vacinação contra a influenza. Em Sorriso, a meta do Ministério da Saúde é imunizar 12.247 pessoas, grupo que compreende pessoas com 60 anos ou mais de idade, os trabalhadores de saúde, as crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, além da população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Da expectativa de 12.247 imunizações, 2.013 são crianças de seis meses a dois anos de idade; 3.632 são crianças dos dois aos quatro anos; 1.043 pessoas compreendem os trabalhadores de saúde; 1.007 são gestantes; 165 são puérperas; 3.438 são pessoas com 60 anos ou mais e 949 são cidadãos das demais categorias.  No município, a medicação está disponível em todas as unidades de saúde.

Para receber a dose é necessário que a população leve documentos pessoais e a carteirinha de vacinação. Já no dia “D”, agendado para 26 de abril, além de disponibilizar a dose nas UBS’s, a equipe da vigilância epidemiológica estará atendendo com um ponto na Praça da Juventude. A intenção é contemplar toda a população estimada pelo MS.

Campanha no país

  No país a meta é imunizar 49,6 milhões de pessoas, para isso estão à disposição cerca de 65 mil postos de vacinação, com o envolvimento de 240 mil pessoas e a utilização de 27 mil veículos (terrestres, marítimos e fluviais). O Ministério da Saúde alerta que os sintomas são variáveis. O aparecimento súbito de febre, cefaléia, dores musculares (mialgia), tosse, dor de garganta e fadiga são as manifestação mais comuns e ao sentir um desses sintomas o indicado é procurar um profissional da saúde.

  Em todo o mundo, a influenza é uma das grandes preocupações das autoridades sanitárias, devido ao seu impacto na mortalidade, que aumenta durante as epidemias sazonais e pelo risco de pandemias. A doença é causada por vírus que têm distribuição global. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que 5 a 15% da população sejam acometidos e que, globalmente, a influenza cause 3 a 5 milhões de casos graves e 250.000 a 500.000 mortes todos os anos.

Redação com Assessoria